(81) 3212 0061 contato@mutuar.com.br

Iniciei o contato com o Mutuar ainda no início da minha formação com o curso de “Introdução a Gestalt-terapia”. Com o passar o do tempo e confiança no trabalho realizado por este grupo, os laços foram se estreitando e em Fevereiro de 2015, resolvi buscar a instituição para colaborar com o nosso crescimento e quando penso em “nosso” acredito que fazer parte do Mutuar é ter a possibilidade de estar em contato com pessoas que possuem como ponto de convergência a Gestalt-terapia enquanto prática profissional, porém, assim como a abordagem, esse contato transcende a perspectiva teórica e amplia o campo de experiências vivenciais, sociais, teóricas e relacionais. Daí, então, passa a ser nosso crescimento. Com isto, podemos nos colocar ativamente enquanto membros desse organismo e partilhar do crescimento e reconhecimento social que a instituição nos permite.

Patrícia Amaral de Oliveira

CRP 02/18008

Entrei no Mutuar, na formação em Gestalt-terapia pelo programa do Papsi em Outubro de 2016, estou bem satisfeita nesse projeto social, mesmo não atendo ainda nenhum cliente. Porém o crescimento profissional tem sido enorme, participar dos encontros, das supervisões e agora dos grupos de estudo tem me dado um enorme norteamento em minha atuação profissional, com mais segurança em meus atendimentos e até o fato de me ver como alguém apta a realizar o que tanto gosta.
Ao entrar no programa social e de formação oferecido pelo Papsi me sentir acolhida em um ambiente tão acolhedor. Onde todos buscam ajudar de maneira afetiva e verdadeira. O que me motiva a continuar é justamente esse formato que tem o programa, de ajudar as pessoas mais carentes e dar ao profissional uma formação profissional que lhe faça atuar em sua área de maneira ética, verdadeira, com comprometimento no que escolheu.
Posso dizer que ainda estou no início pelo tempo que entrei, mas estou me tornando uma profissional com mais segurança em meus atendimentos, aprendendo mais a cada encontro realizado por essa equipe maravilhosa. Aprendendo a não só observar o que o outro está sentindo, mais o no que eu mesma sinto também. Em que cada cliente desperta em mim de sentimentos e reações. E isso tem sido um mundo de descobertas nesse momento, me trazendo um autoconhecimento e uma autocompreensão das minhas vivências e das vivências do outro.

Valdilene Barbosa Lopes Pereira

CRP 02/18459

Minha entrada no PAPSI foi marcante por que a partir dela comecei a de fato me perceber como psicólogo. Me sinto muito grato as pessoas com quem fui capaz de mutuar, pelo quanto pude aprender e crescer como gestalt-terapeuta em tão poucos meses. Eu com certeza não teria chegado onde estou sem essa força e cuidado.

Fernando Augusto Albuquerque da Cruz Silva

CRP 02/18840

Integrar o PAPSI tem sido uma linda e tocante experiência de vivenciar a Gestalt-Terapia enquanto filosofia de vida; é estar em um espaço no qual posso me encontrar, me reinventar e aprender/construir em parceria. A cada encontro, a cada troca as experiências e os afetos nos possibilitam a construção de ricos momentos de crescimento, de contato consigo e com o outro. O fazer na clínica se amplia com a valorização da integração com outros campos e saberes, me permitindo tecer um caminho cheio de possibilidades de ser e estar no mundo. Experienciar um programa como o PAPSI – que investe na formação profissional do psicólogo, tem um compromisso com a divulgação da Gestalt-Terapia de forma ética e promove a realização de um trabalho social que favorece o acesso à psicoterapia – fortalece o compromisso que firmei com a Psicologia, me auxiliando a construir uma vivência teórico-prática coerente, carregada de sentido e com responsabilidade social.

Sayonara da Silva Soares

CRP:02/18271

Fazer parte Mutuar e da formação do Programa de Acessibilidade à Psicoterapia (PAPSI) é como um combustível pessoal e profissional. Aprender e trocar conhecimentos com profissionais que atuam de forma ética e responsável dentro da área da psicologia só amplia meu olhar sobre quão importante e necessária é essa ciência e profissão. Contudo, além de toda aprendizagem, como é gratificante poder contribuir com a saúde emocional de quem ousa experimentar essa vivência que considero fantástica e que permite ser o que se é no aqui-e-agora.
(Faço parte do Mutuar desde Novembro 2016).

Raquel Leal

CRP 02/15816

Pensar na minha experiência no Mutuar, na formação em GT do programa PAPSI é reportar-me ao quanto eu pude crescer e me desenvolver enquanto profissional nesses – até agora – quatro anos de formação em Gestalt-terapia. Estou no programa desde Fevereiro de 2013 e sou grata pelas pessoas que pude conhecer ao longo desse trajeto e dos laços que se formaram e vem se formando por esse caminho. Penso que o trabalho social que é desenvolvido corresponde a uma ação política e humana de cuidado e olhar ao outro que considero, para mim, como uma obrigação profissional e pessoal. Que possamos continuar com o crescimento, trocas e aprendizados mutuos cada vez mais.

Helena Cássia de Melo

CRP 02/15656

Meu ingresso no Papsi ocorreu em agosto de 2016, por indicação de colegas que já faziam parte do projeto e do qual sempre demonstrei interesse em participar.
Apesar de fazer alguma ideia de como seria o processo, fui surpreendida ao encontrar um ambiente exclusivo para o aprendizado da Gestalt-terapia com metodologia rica, clara e participativa.
No Papsi encontrei um ambiente acolhedor, apoio para me desenvolver e crescer na condição de recém-graduada.
Há o aprofundamento da abordagem, é um local de trocas, onde através das atividades práticas como: palestras, grupos de estudos, grupo terapêutico e o projeto social que acrescenta, fortalece e possibilita minha atuação prática como profissional.

Verônica Polo Norte Danda

CRP 02/19028

Ingressei no Papsi em maio de 2016, procurando um espaço de discussão e aprendizado sobre a Gestalt-terapia. Encontrei a oportunidade de troca de conhecimentos com a equipe formada por pessoas distintas, que propiciaram crescimento profissional e vontades cada vez maiores de desbravar novos caminhos.

Vanessa Maria Rigaud Peixoto dos Santos Umbelino

Crp: 02/15824

Data de entrada: Fevereiro/2016
Ainda na graduação iniciei meu processo terapêutico no PAPSI, e sempre desejei fazer parte, pois pude experienciar o programa como cliente, desde então, quando me formei e vi no Facebook a seleção e me inscrevi, desde que me formei atuo no PAPSI, o Mutuar pra mim se tornou minha família, onde eu me sinto acolhida, a seriedade de como a Psicologia é tratada, visando a ética diante da atuação profissional, cresci e cresço diariamente, as trocas são sempre ricas, adquirir conhecimento, maturidade profissional, aprendizado e não me vejo longe dessa equipe que tanto me faz bem e amo estar com todos vocês.

Daniella Paes

CRP 02/19051

Mutuar desde março/2016 até Abril de 2017.
Entrei no Papsi com a intenção de aprender mais sobre a clínica e conhecer sobre a Gestalt, abordagem que não tive muito contato na faculdade. Com Vivi, Felipe e Raquel aprendi que a Gestalt não é mais uma abordagem da Psicologia, ela é um estilo de vida.
Cada supervisão, cada encontro no Mutuar é um aprendizado, um encanto que não consigo encontrar palavras para descrever, então eu só sinto, e me alegro por fazer parte, me alegro pelo crescimento profissional e pessoal que venho tendo a cada dia, me alegro pela oportunidade de ajudar o outro, levar a psicologia para todos, independente da classe social.

Gabriela Silva

CRP 02/18977

Entrada: janeiro/2013
Estar no programa do PAPSI, pra mim, sempre foi sinônimo de troca. Aprender com os outros, no lançar-se numa relação, independente do “nível” do profissional. As pessoas parecem se misturarem, profissionais com anos de experiência, recém formados e graduandos trocando vivências da clínica, do fazer gestalt, quase em pé de igualdade. É nítido, em mim e em meus colegas o desenvolvimento profissional e pessoal que essas trocas proporcionaram. É gostoso observar que esse desenvolvimento perpassa o próprio programa, que a cada ano tenta se modificar, reinventar-se. Hoje, fico satisfeito em ver o novo formato do Mutuar, com sua proposta de formação em Gestalt e ainda poder me ver, enquanto supervisor, para poder contribuir com a formação de novos profissionais.

Thyeri Bione Marques

CRP 02/15861

Data de entrada: Outubro/ 2011
Fazer parte do PAPSI tem sido gratificante e de muito aprendizado. Nesses anos, pude crescer como profissional e como pessoa, tanto com o ganho de conhecimento teórico, como de experiência. O PAPSI proporciona uma rica troca com outros profissionais e uma constante imersão na Gestalt-terapia, além de possuir um cunho social, o que promove a satisfação em contribuir com o humano e com a sociedade.

Olga Lopes

CRP - 02/ 15648

Comecei a estagiar no Mutuar em Março de 2017. Durante meu período de formação sempre tive curiosidade sobre a abordagem Gestáltica e o Mutuar está me proporcionando a oportunidade de estudar e vivenciar experiências ao mesmo tempo. Sinto que tenho muito a ganhar, pois consigo perceber um cuidado voltado à minha construção pessoal e ao meu lidar com o outro.
Vejo a clínica como um campo desafiador, mas também como um espaço de acolhimento para o indivíduo que a busca. E, trabalhar através do atendimento social só reforça o compromisso de levar o projeto a todos que necessitem. A cada dia eu ganho mais brilho nos olhos nas atividades e por dividir toda essa experiência com o grupo Mutuar.

Glaucia Pessoa

estagiária